A morte de Fidel Castro e o culto ao ser humano

A morte do comandante esquerdista Fidel Castro, no último final de semana, gera uma série de comentários, análises e desdobramentos de ordem social, política e até religiosa. Vou fugir do óbvio já comentado por dezenas. Não vou, portanto, entrar no mérito sobre o regime comunista adotado por Cuba há décadas. Prefiro convida-los a uma reflexão sobre um outro aspecto.